Luiz Netto

Fotografia & Meio Ambiente

Date archives dezembro 2016

Mídia / Trabalhos

Expedição Piauí na Globo

captura-de-tela-2016-11-29-as-23-38-01

Extraído do site da Panorama Cultural (produtora da Coleção EcoExpedições).

==========

O fotógrafo Chico Rasta, um dos titulares do projeto Expedição Piauí – O Sol do Equador, foi uma das atrações do “Programão”, que integra a programação da Globo Piauí. Na matéria, o fotógrafo dá detalhes do que esperar no futuro livro da Coleção EcoExpedições, que promete trilhar o mesmo sucesso do seu antecessor, Expedição Pernambuco, já lançado e disponível nas melhores livrarias do país.

Confira a matéria na íntegra no site do Gshow, clicando AQUI.

Apesar de ainda se encontrar na etapa de curadoria de imagens, Expedição Piauí já possui muito material publicado site da Coleção (www.colecaoecoexpedicoes.com.br) como o blog dos fotógrafos (já finalizado) e boa parte das matérias extras, que estão sendo gradativamente publicadas no portal. Todo material web do projeto é gratuito.

Em Expedição Piauí, Chico Rasta divide as fotos do livro com Luiz Netto, coordenador da Coleção. Os dois também estão à frente de Expedição Ceará, o mais recente livro da Coleção a começar a fase de campo. 

Meio Ambiente

Agricultura familiar e o Prêmio do Haddad

70891810-e9da-40a6-9b20-2185469a0b7f

No cenário cada vez mais quixotesco e terminal da política brasileira, tomar uma posição política em favor de um político A, B ou C tornou-se uma ação de alta periculosidade, sob pena de você ser taxado dos mais diversos adjetivos, quase nunca agradáveis, por parte da militância do espectro oposto da política.

Por mais que sempre política e políticos não sejam o foco do que se debate e se conversa neste blog, quando o assunto é meio ambiente, a depender da relevância do tema, vez ou outra é hora e vez de conversar um pouco sobre o ocorrido por aqui.

Nunca escondi minha admiração pelo, ainda, prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, especialmente por suas políticas ambientais numa cidade das dimensões e impactos como a capital paulista. Sim, falar de meio ambiente é essencial nas grandes metrópoles e esse debate é sempre negligenciado pelos principais candidatos da vez, nos mais diversos municípios. Aqui em Recife, no último pleito, mesmo tendo candidato do “Partido Verde”, outros que usam historicamente o verde em sua logomarca, e outros apoiados pela “Rede Sustentabilidade”, o debate da temática ambiental foi zero. Uma lástima.

Haddad não só fez questão de corriqueiramente puxar o tema em sua campanha última, como foi à prática com diversas iniciativas que conectam uma cidade da proporção da casa dos paulistanos a um mundo de baixo impacto e sustentável.

Há cerca de uma semana o prefeito levou pra casa um dos prêmios sobre políticas de sustentabilidades mais importantes do mundo, talvez o mais importante. Fundado pelo famoso ex-prefeito de Nova York, Mike Bloomberg, o Prêmio Mayors Challenge, da Bloomberg Philanthropies, premia iniciativas de todo o mundo anualmente, recebendo várias centenas de inscrições (só este ano foram 290 cidades inscritas).

O prefeito poderia ter inscrito qualquer uma das diversas boas iniciativas que implementou, mas inteligentemente levou uma das mais relevantes de seu mandato e que tem impacto rápido e direto na população, especialmente os mais pobres, o Programa Ligue os Pontos, plataforma digital que gerou como nunca dantes valor para agricultura familiar da periferia de grandes áreas urbanas, tantas vezes marginalizada pelas políticas públicas. Pelo prêmio, a prefeitura levou 5 milhões de dólares pra casa.

O título do post, “prêmio do Haddad”, não é por acaso, claro que o prefeito não agiu sozinho, mas além de um grande amigo que trabalha no referido mandato me confirmar o empenho pessoal do prefeito no sucesso da iniciativa, é importantíssimo associar o nome ao executivo imediato, especialmente numa época tão carente de líderes verdadeiramente preocupados com a sustentabilidade e a construção de um amanhã menos destrutivo, importante lembrar pra eleições futuras, importante pra cobrar de seus sucessores a continuidade de tais iniciativas.

A agricultura familiar é o que há de menos nocivo ao meio ambiente dentre todas as formas de produção agrícola, sempre marginalizada a segundo, terceiro, último plano, especialmente nas selvas de pedra, viu logo em São Paulo florescer uma das melhores iniciativas dos últimos anos.

Abre aspas pro prefeito: “São Paulo é uma cidade de diversas faces, visíveis na pujança de sua indústria, no seu comércio e na sua cultura. Para mim é um orgulho muito grande falar desta face pouca conhecida: a de 40 mil pessoas, que vivem na Zona Rural de São Paulo e que ainda esperam o reconhecimento do território rural como parte integrante da cidade”, afirmou.

Na sua gestão, o Ligue os Pontos veio acompanhado de diversas outras iniciativas que deveriam ser regra (pra não dizer obrigatórias em todas as cidades), como a inclusão de alimentos orgânicos de origem agroecológica na alimentação escolar, grande parte destes oriundos da agricultura familiar (cerca de 22%, segundo dados da prefeitura). Antes do prefeito assumir, este número era de míseros 1%. Desde 2006 há uma meta de 30% estabelecida pelo Governo Federal e, quem diria, São Paulo é hoje uma das cidades mais próximas de alcançar tal objetivo.

Outras iniciativas igualmente relevantes que aumentam a robustez do Ligue os Pontos foram o fornecimento de maquinário comunitário, distribuição de fertilizantes, apoio à compostagem e a produção de feiras de agricultura familiar. Fomento completo em toda cadeia.

O governo Haddad entra no seu último mês, mas fica a esperança no surgimento de uma nova safra de políticos que tragam verdadeiramente a renovação pra cambaleante política brasileira.

A nós, contribuintes, resta acompanhar e cobrar pra que iniciativas como estas se multipliquem. Falar de agricultura familiar é falar de meio ambiente, é conectar as cidades a uma realidade mais humana, é conectar verdadeiramente os organismos vivos que são as cidades ao pouco que resta de sua terra original. 

Pra quem quiser conhecer melhor o Mayors Challenge, basta acessar a página do prêmio: http://mayorschallenge.bloomberg.org

A seguir, vídeo da premiação.