Luiz Netto

Fotografia & Meio Ambiente

Trabalhos

“Warao – O Povo da Canoa” inaugurada em Garanhuns!

A exposição “Warao – O Povo da Canoa” estreou neste domingo na programação oficial do Festival de Inverno de Garanhuns. A mostra ocupa um dos ambientes da Galeria Casa Galpão que abriga outras quatro exposições fotográficas, além de mostras de artes visuais, moda, performances, entre outros.

“Warao – O Povo da Canoa” retrata a vida dos indígenas de uma das etnias mais antigas da Venezuela, com uma relação intrínseca com o mítico Rio Orinoco, sendo muitos deles ainda nômades. Quem quiser me encontrar, estarei por lá pessoalmente no dia do encerramento da exposição, sábado 28 de julho.

Nossa mostra encontra-se na sala 11, localizada nos fundos da casa. A Galeria Casa Galpão fica na Avenida Dantas Barreto, número 160, bem pertinho do palco principal do FIG, na Praça Mestre Dominguinhos. A visitação ao espaço acontece das 16h às 22h ao longo de todos os dias do Festival. Todas as atrações são gratuitas.

Trabalhos

“Warao – O Povo da Canoa” tem abertura adiada em um dia

A Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco e a coordenação do Festival de Inverno de Garanhuns 2018 informaram há pouco que todas as exposições previstas para o FIG, que tinham previsão para abertura ao público no dia de hoje, terão seu início adiado em um dia em virtude dos últimos ajustes na galeria.

Desta forma, nossa exposição “Warao – O Povo da Canoa” sofre a referida alteração, sendo aberta ao público a partir de amanhã, domingo, às 16 horas. A mostra fica em cartaz até o último dia do FIG, dia 28.

Trabalhos

De volta ao FIG

Agora é oficial, após dois anos estou de volta à programação do Festival de Inverno de Garanhuns, o FIG, desta vez com a exposição “Warao – O Povo da Canoa”, com imagens do período que convivi com a etnia no Delta do Orinoco, Venezuela.

Em breve contarei por aqui mais detalhes e maiores informações sobre tudo. Por ora, já podemos divulgar as datas, a mostra fica em cartaz entre os dias 21 e 28 de julho, ao longo da programação oficial do Festival e contará com 20 imagens impressas em fine-art. O acesso será gratuito, como é de praxe no FIG, mas o local ainda não foi confirmado pela organização do evento.

A produção fica por conta mais uma vez da Panorama Cultural (www.panoramacultural.com.br).

Pra quem quiser ir acompanhando toda a programação oficial (são dezenas de atrações de música, teatro, cinema e demais vertentes), basta clicar AQUI.

Trabalhos

SFS à venda na loja virtual da Panorama Cultural

Pra quem não quiser sair de casa e tá pensando em explorar as ruínas do Rio São Francisco, ou tão somente ver um pouco de tudo que encontramos nas cidades de Itacuruba-PE e Rodelas-BA, a loja virtual da Panorama Cultural, editora da obra, já disponibiliza o nosso livro São Francisco Submerso – Coordenadas das Ruínas de Itacuruba e Rodelas.

Pra acessar a loja basta clicar AQUI. Por lá você também encontra nosso Expedição Pernambuco, primeiro volume da Coleção EcoExpedições.

Lembrando que São Francisco Submerso também já chegou às lojas Livraria Imperatriz e em breve chega a outras redes de todo país.

 

Trabalhos

São Francisco Submerso na Livraria Imperatriz

Disponibilizar um produto final de um longo trabalho é algo sempre gratificante para qualquer fotógrafo. O nosso São Francisco Submerso – Coordenadas das Ruínas de Itacuruba e Rodelas, começou a ser distribuído pela Panorama Cultural para as livrarias do país. A primeira rede a recebê-lo foi a Livraria Imperatriz em Pernambuco.

Lembrando, pra quem não vem acompanhando nosso blog com tanta frequência, a obra registra todas as ruínas encontradas pela equipe ao longo da segunda etapa do projeto São Francisco Submerso, com apoio do Rumos Itaú Cultural. Cada página possui uma foto colorida de uma ruína encontrada, seguida de observações sobre o ponto e as coordenadas (latitude e longitude) do respectivo patrimônio, como forma de embasar o trabalho futuro de pesquisadores, fotógrafos e mergulhadores. 

Além das minhas fotos, o livrinho conta também com imagens de outros membros da equipe do projeto, Vinícius França e Chico Rasta, que auxiliaram na produção de todo trabalho.

São Francisco Submerso em sua segunda etapa contou com uma larga gama de apoios, como o já citado Rumos Itaú Cultural, a Prefeitura de Itacuruba, projeto Pesca Solidária, Companhia Ilha Ativa, Madre Filmes, Corpo de Bombeiros de Parnaíba, Trombeta Comunicação e tantos outros.

Aproveitando a oportunidade, lembro que a rede da Livraria Imperatriz continua com as vendas de nosso Expedição Pernambuco – O Leão do Norte, primeiro volume da Coleção EcoExpedições.